terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

“Midnight”: novamente um novo Coldplay


Desde seu quarto álbum, Viva la Vida, de 2008, o Coldplay (minha banda favorita, diga-se de passagem), vive um processo de crescente reinvenção. Se os três primeiros álbuns passeavam entre o rock alternativo, com ares de pop melódico em um movimento crescente; Viva la Vida inovou com músicas mais experimentais, com instrumentos diversos e menos melancolia. Seu primeiro single “Violet Hill” foi um divisor de águas e depois “Viva la Vida”, talvez o hit mais famoso, os eternizou, talvez, como a banda alternativa mais pop de todas.
Com o quarto álbum, Mylo Xyloto a banda inovou novamente, com um ar bem mais indie e um toque mais eletrônico.
Mas, creio eu, a música mais bizarra e curiosa até agora é o novo single lançado hoje, dia 25 de fevereiro de 2014: “Midnight”. Trazendo um pouco da melancolia dos primeiros álbuns, e um ar exótico de “Violet Hill”, “Midnight” é diferente de todas as outras pelo estilo bem mais folk, do que jamais foi, pela voz suave quase irreconhecível de Chris Martin e pela atmosfera plácida, nostálgica e serena, quase new age, que me remeteu de imediato ao indie folk da banda americana Bon Iver.
O clipe também merece um comentário à parte. Enquanto os clipes do último álbum abundavam em cores, sobretudo nos clipes dos singles “Hurts like Heaven” e “Every Teardrop is a Waterfall”, que traziam um emaranhado de cores vibrantes e dançantes com um visual psicodélico, em “Midnight” quase não há cores. O clipe é gravado em negativo, com tons de cinza, preto, branco e um azul pálido, entrecortados poucas vezes por outras cores apagadas, que lembra alguns dos novos clipes de Radiohead, outra banda que se reinventou e que teve seus hits mais antigos comparados aos hits mais antigos do Coldplay que sabidamente neles se inspirou em alguma medida. O clipe de “Midnight” é um jogo de luz e sombra bem simples, mas bonito ainda assim, plácido, calmo, com uma melancolia nostálgica, completamente diferentes da tristeza dos primeiros álbuns e oposto às cores vibrantes do álbum anterior, ou mesmo da luminosidade ensolarada de “Viva la Vida” e “Paradise”.
Novamente, Coldplay está se reinventando.
Quem ainda não ouviu a música e nem viu o clipe, vale a pena dar uma espiada nesse novo single indie-folk do Coldplay que ficou incrível, apesar de totalmente diferente. Quem espera a animação, as cores e a vida de Mylo Xyloto, vai se decepcionar, é preciso outros olhos para ver a graça de “Midnight”, como foi preciso antes, quando “Violet Hill” foi lançada. Resta saber agora se é um prenúncio do sexto álbum ou um projeto isolado. De toda forma, eu adorei.


video

2 comentários: